A razão pela qual não leva o seu emagrecimento até ao fim!

Em 1982 dois psicólogos desenvolveram um modelo transteórico de mudança com o objetivo de compreender como ocorre a mudança das pessoas frente a uma determinada conduta viciante. Eles procuraram perceber como e porque acontecem as mudanças de comportamento.

Segundo esse modelo dá para perceber que um processo de mudança passa por vários estágios. E, uma vez que um processo de emagrecimento é um processo de mudança nós podemos encontrar esses estágios. E é nestes estágios de prontidão para a mudança que está a resposta para a grande questão que é “porque é que eu tenho vontade de emagrecer mas não consigo tomar uma atitude?

Neste artigo vou falar dos vários estágios da prontidão para a mudança e de como eles influenciam a nossa atitude no emagrecimento. Há medida que for lendo gostava que fosse tentando perceber em que estágio se encontra aqui no que se refere ao seu processo de emagrecimento.

O primeiro estágio é o da pré-contemplação.

Este é o estágio em que não vemos nenhuma necessidade de mudança. Se está neste estágio não acredita que precisa de mudar, não vê necessidade em emagrecer, não acredita que esteja assim tão mal.

Normalmente quem está neste estágio decide procurar o nutricionista ou fazer uma dieta porque o médico mandou, a mãe insistiu… ou seja porque alguém disse que era necessário. O que acontece neste estágio é que não existe qualquer motivação interna para fazer o que é necessário num processo de emagrecimento. A pouca motivação que existe é externa e irá desaparecer ao fim de alguns dias.

Se acredita que está nesta fase sinceramente o maior erro que pode fazer, na minha opinião, é começar a seguir uma dieta.

Porque antes de iniciar uma dieta tem de sair deste estágio, tem de fazer um trabalho interno para descobrir os seus grandes porquês, para tomar consciência do seu estado atual, da gravidade da situação, para perceber dentro de si a necessidade de mudar, conseguir entender porque é que as pessoas tanto insistem em que emagreça. Se iniciar o seu processo de emagrecimento neste estágio sem fazer este trabalho interno não vai ser bem sucedida, e esse insucesso que vai ter só vai alimentar ainda mais a sua convicção de que não é capaz e afinal não está assim tão mal que justifique estar a passar pelo sacrifício.

O segundo estágio é o de contemplação.

A responsabilidade do insucesso está apenas no facto de não ter trabalhado o que era para trabalhar, de não se ter focado naquilo que era para se focar.

Ao contrário do estágio anterior quem está neste estágio já percebe a necessidade de mudar, já tem a vontade de mudar mas não faz ideia de como o fazer.

É a tal questão de que “eu quero emagrecer mas não sei como fazer”. Quem está nesta fase tem pensamentos muito ambivalentes, ou seja quer, mas não quer… quer mas tem muitas dúvidas, nesta fase temos uma capacidade muito grande de dar desculpas e ao invés de usarmos as nossas dificuldades como oportunidades de melhoria acabamos por as usar como uma razão para não continuar, porque é uma fase de dúvida então o que não corre bem faz com que se reforcem as razões para não continuar.

Se está neste estágio tem de dar o primeiro passo mesmo com dúvidas, porque tem de o fazer para conseguir passar ao próximo estágio. Estando nesta fase o seu foco também não pode estar na dieta, no plano ou sequer no peso, nesta fase o seu foco tem de estar nos seus comportamentos e em perceber quais são as suas ambivalências, perceber quais são as suas convicções, quais são as suas dúvidas.

Se não trabalhar tudo isto, se não vencer as suas ambivalências o seu caminho vai ser muito mais difícil, vai precisar de muito mais esforço para seguir o plano e tem uma maior chance de ser mal sucedida, de desistir ao fim da 2ª ou 3ª consulta.

E não importa quantos nutricionistas consulte ou quantos métodos porque a responsabilidade do insucesso está apenas no facto de não ter trabalhado o que era para trabalhar, de não se ter focado naquilo que era para se focar.

Os estágios que se seguem são aqueles em que a mudança já se começa a dar de uma forma mais simples.

Temos a preparação em que a pessoa já está a introduzir algumas mudanças como por exemplo decide tirar o açúcar do café, depois existe a ação e neste estágio está completamente focada na mudança, completamente apta para perceber mais sobre alimentação, para ter planos de alimentação mais avançados com truques mais avançados.

Depois temos a manutenção que corresponde ao estágio em que já conquistou o novo hábito. E uma coisa importante de dizer é que também existe a recaída, a recaída é quando voltamos ao comportamento anterior e é normal, pode ter escapado algo no seu processo mas tem a oportunidade de se resgatar, de voltarmos a olhar para dentro, a ver os nossos porquês.

Se procura um truque para manter a sua motivação ao longo do seu processo de emagrecimento, aconselho a que dê uma vista de olhos no meu artigo acerca dessa temática https://patriciacostanutricao.pt/dicas-para-nao-desistir-de-emagrecer/, de onde poderá retirar algumas dicas! 

Bem se Queira, sempre!

Drª Patrícia Costa

Entre os dias 10 e 19 de Março estarei a organizar um workshop online e gratuito onde ao longo de 4 aulas lhe darei os 7 segredos de quem emagrece sem sacrifício.

Tenho a certeza que estas aulas a vão ajudar a perceber um bocadinho melhor os seus comportamentos e as razões pela qual o seu emagrecimento parece ser tão difícil. 

Para assistir às aulas só tem de fazer a sua inscrição!